Blog

Encerramento do programa de educação ambiental 2018.

14/12/2018   -   Compartilhar:

FacebookTwitterGoogle

O programa de educação ambiental “Vigilantes da Natureza”, que tem o apoio da Lamil, objetiva desenvolver a compreensão e a conscientização das crianças sobre a importância da preservação ambiental e de atitudes sustentáveis.

As aulas do programa com sua nova metodologia de ensino tiveram início em fevereiro de 2018 e foi desenvolvido em 20 turmas. Em sua nova fase foi ampliada a duração do programa, que passou de três meses para durante todo o ano letivo, as aulas teóricas foram enriquecidas com vídeos, e as atividades práticas também aumentaram e auxiliam a compreensão dos temas tratados.

Nas escolas, as crianças desenvolvem trabalhos sobre temas como coleta seletiva, reaproveitamento de óleo de cozinha para a produção de sabão, decomposição do lixo e análise da conta de consumo de água. Durante o ano, os alunos também participaram de visitas orientadas à Lamil para a compreensão das ações de revitalização das áreas; à Estação de Tratamento de Água (ETA) da Águas de Pará de Minas; ao Sítio Botucatu, pertencente ao Grupo Agro, para perceber as boas práticas de cultivo dos alimentos e à Fazenda Maniçoba para conhecer o biodigestor, alternativa para o tratamento de dejetos de suínos.

No dia 23 de novembro, quase 500 alunos matriculados no 4º ano do Ensino Fundamental de 11 escolas da rede municipal de ensino receberam os certificados de conclusão do programa Vigilantes da Natureza, que é uma iniciativa da Prefeitura de Pará de Minas, por meio da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Lamil Lage Minérios, Ama Pangeia, FAPAM, Águas de Pará de Minas, Grupo Agro e Fazenda Maniçoba.

A formatura aconteceu no ginásio poliesportivo da Escola Municipal Professora Amélia Guimarães (CAIC), com a presença de autoridades, estudantes, educadores, apoiadores do programa e comunidade.



Inauguração dos Projetos Práticos Ambientais.


Durante os meses de novembro e dezembro, foram inaugurados os 5 projetos práticos ambientais desenvolvidos pelas escolas municipais participantes do Programa Vigilantes da Natureza.

Dos oito projetos apresentados, foram selecionados os cinco melhores, para serem executados contando com o apoio financeiro da Lamil.Foram eles:


Minha escola sustentável – E. M. Dona Cotinha


O projeto visa a instalação do sistema de captação de água da chuva, a montagem do sistema de irrigação por gotejamento com garrafas PET, a construção de canteiros e o cultivo na horta para enriquecimento da merenda escolar, plantio de árvores e flores.



Projeto Irrigare – E. M. Prof. Izaltina M. Meireles.


Tem como objetivo irrigar a horta, de forma programada, com água pluvial coletada evitando, assim, perdas na colheita escolar. Essa irrigação por aspersão utilizará garrafas PET que são jogadas indevidamente ao meio ambiente e passarão a ser utilizadas como aspersores - contribuindo ainda mais para a preservação e conscientização dos atos humanos sobre o meio ambiente.



Projeto Compost-arte – E. M. Dom Bosco.


O Projeto visa a revitalização do jardim da frente da escola e a construção de uma composteira para receber os resíduos orgânicos provenientes da alimentação escolar. Pesquisas, palestras, entrevistas, separação do lixo orgânico, recolhimento de material como garrafas PET e pneus são algumas das ações que irão mobilizar toda comunidade escolar.

Horta:


Horta Escolar e Compostagem – E. M. Ver.


Bosco Mendonça


O projeto visa promover a horta escolar e a compostagem, como um espaço para trabalhos interdisciplinares, proporcionar mais conhecimentos aos alunos sobre as hortaliças, enriquecimento da merenda escolar e alimentação saudável. Além de demonstrar aos alunos que o material orgânico pode ser reaproveitado com a compostagem, transformando-se em adubo orgânico, para o cultivo de hortaliças em geral enriquecendo a merenda escolar, prática que poderá ser compartilhada com familiares e amigos.



Projeto Meu ambiente – E. M. São Judas Tadeu.


O projeto tem como objetivo conscientizar os educandos sobre a importância da reciclagem do papel e o seu uso de forma consciente, por meio de discussões, práticas e ações. Na escola haverá vários pontos de coleta de papel. Parte do material arrecadado ficará na escola, para as oficinas de reciclagem, e a outra parte será vendida para alguma empresa do setor.


 1 2 3 4 Fim