Linha do tempo

1919
Imagem

- Nasce em Pará de Minas João Ribeiro Lage, fundador da Lamil.

1938

- Publicado o resultado do 1º levantamento geológico realizado nos arredores de Pará de Minas. 

- A publicação cita que o agalmatolito já era lavrado desde meados da década de 1920 e “exportado” em pranchas ferroviárias para o Rio de Janeiro e São Paulo onde era beneficiado e comercializado como substituto do talco industrial. 

- Uso potencial do agalmatolito para a indústria cerâmica.

1939
Imagem

- João Lage forma-se aos 20 anos no curso Técnico Agrícola, pela Universidade Federal de Viçosa.

1947
Imagem

- Então com 28 anos, João Lage negocia o contrato de arrendamento da jazida de agalmatolito e da Fazenda Terra do Feijão, constituindo “firma individual”.

- Lavra artesanal em pequena escala.

1958
Imagem

- Aquisição da mina de agalmatolito, do terreno e constituição da sociedade por João Ribeiro Lage (80% do capital) e seus irmãos Custódio (10%) e Osvaldo Ribeiro Lage (10%). A empresa passa, então, a ser denominada Lamil – Lage Minérios.

1969
Imagem

- Construção do primeiro galpão e aquisição do primeiro equipamento de moagem.

- Transição gradativa da comercialização de minério bruto para a venda de material beneficiado.

1970

- No início da década de 1970 a economia do país passou pelo chamado “milagre econômico” promovido pelo governo militar, crescendo a taxas de 10% ao ano.

- Aquisição de mais equipamentos de moagem, redução gradual da venda de minério e crescimento da venda do produto beneficiado.

1977

- O filho primogênito de João Lage, Evandro, o sucede na direção da empresa, juntamente com o sócio Custódio Ribeiro Lage.

1982

- Consolidação do Capital Social com os descendentes diretos de João Lage, através da aquisição dos 20% pertencentes a Osvaldo e Custódio Ribeiro Lage.

- Aumento da capacidade produtiva:

  • 1980: aproximadamente 1.000 ton/mês
  • 1989: aproximadamente 5.000 ton/mês


1990

- Nova direção da empresa pelos irmãos Maíza, Osvaldo e Sérgio, respectivamente, como diretores Administrativo-Financeiro, Industrial e Comercial.

- Investimentos em pesquisa mineral e na adequação dos métodos de lavra.

- Formação e capacitação de equipe técnica.

2000
Imagem

- Implantação da mina subterrânea, com tecnologia própria.

- Ampliação das reservas:
• Lavra seletiva
• Redução dos impactos ambientais
• Melhor aproveitamento dos minerais
• Desenvolvimento de novos produtos 

2005

- Implantação do Conselho de Administração em junho de 2005, concretizando o processo de Governança Corporativa.

2009

- Profissionalização do negócio com a contratação de novo Diretor-Executivo.

- Desmembramento da Lamil em duas empresas:
• Lamil Lage Minérios: extração e comercialização de minérios
• Lamil Especialidades Minerais: beneficiamento e comercialização de produtos acabados.

- Implantação de novo moinho/nova tecnologia de moagem com capacidade de produção de 3,5ton/h.

- Melhoria de processos e aumento da produtividade: capacidade instalada = 80.000 ton/ano.

2016

- Em maio de 2016, primeira transição na Diretoria-Executiva profissionalizada.